Recapitulação e final do episódio 4 de ‘Sight Unseen’ explicados: Quem matou Olivia?

No episódio anterior de Sight Unseen, Tess resolveu o assassinato de um menino chamado Adrian Temple, cujo corpo foi descoberto à beira do rio. Ao se aprofundar no caso, Tess descobriu uma fraude financeira envolvendo o dono do restaurante “313”, onde Adrian trabalhava, e essas pessoas foram responsáveis ​​pelo assassinato. O quarto episódio gira em torno do assassinato de Olivia Banks, que trabalhava em um serviço de entrega e foi assassinada por um de seus colegas de trabalho. À medida que a investigação avança, o episódio também explora o crescimento pessoal da detetive Tess e de sua parceira de confiança, Sunny Patel, no aplicativo EyesUp. Sunny enfrenta questões não resolvidas de seu relacionamento anterior com o marido, enquanto Tess pensa em ingressar na força policial, apesar de enfrentar vários desafios ao longo do caminho.

Spoilers à frente

Por que Tess decidiu resolver o assassinato de Olivia?

No episódio 4 de Sight Unseen, Tess trabalha para se tornar mais autossuficiente, buscando a orientação de Mia, outra pessoa cega, para navegar pelo mundo de forma independente. Enquanto isso, Sunny luta para seguir em frente depois de receber os papéis do divórcio. Tess tenta voltar à força policial, mas fica desapontada ao saber que só trabalhará em uma mesa, e não em cenas de crimes reais. Apesar desse revés, Tess pergunta a Jake sobre o caso de assassinato de Olivia Banks. Enquanto isso, Tess tenta ingressar na força policial, mas o policial diz que ela não poderá trabalhar em cenas de crimes reais. Em vez disso, ela terá que ficar no escritório, monitorando as telas. Isso perturba Tess, pois ela esperava retornar ao seu antigo emprego. Na van de entrega de Olivia, uma chave de roda foi encontrada limpa e todos os seus colegas têm os mesmos álibis, fazendo com que o caso pareça insolúvel. Tess vê o pai de Olivia na delegacia e diz que o ajudará a descobrir a verdade. Ela acredita que, ao fazer isso, poderá provar aos policiais que, com o aplicativo EyesUp e a ajuda de Sunny, ela pode solucionar crimes da vida real.

O que Tess descobriu após a investigação?

No arquivo policial sobre o assassinato de Olivia Banks, a causa da morte está listada como traumatismo contundente. Tess visita o local onde Olivia foi encontrada, suspeitando que ela possa ter parado ali para fumar antes de ser morta. A van de entrega ficou aberta quando Olivia foi atacada, permitindo ao agressor roubar itens da van. Tess e Sunny questionam por que os colegas de Olivia não mencionaram esta parada popular entre os motoristas e o que eles podem estar escondendo. Tess então visita Dash n Ship, o local de trabalho de Olivia, onde conhece Júpiter, KD e Ania. Fingindo estar presente para uma entrevista de emprego, Tess fica sabendo das condições estressantes de trabalho, com KD expressando preocupação com a vigilância constante e as longas horas de trabalho. Ania menciona a ética questionável de Olivia, sugerindo que nem todas as entregas foram feitas por ela. Mas Júpiter tenta distrair Tess, dizendo que os funcionários às vezes tentam exagerar e tentam flertar com Tess para conseguir o número dela. Para aprofundar a investigação, Tess contou com a ajuda do investigador particular Matt e decidiu rastrear a rota de entrega de Olivia para descobrir possíveis suspeitos. Tess, junto com Matt e Sunny, vão até uma cabana indicada pelo rastreador. Eles encontram um garoto chamado Rui, que admite ter roubado pacotes de Olivia, mas afirma que estava em um torneio escolar na noite do assassinato dela. No entanto, ele se lembra de ter visto Olivia discutindo com alguém em um carro prateado com sinal verde algumas noites antes de seu assassinato.

Quem foi o verdadeiro assassino?

Tess acreditava que poderia reunir mais informações saindo com Júpiter. No entanto, ela não percebeu que o carro que ele dirigiu até o encontro correspondia à descrição fornecida por Rui: prateado com iluminação verde. Sunny tentou avisar Tess quando ela percebeu esse detalhe no aplicativo EyesUp. Apesar da sensação de perigo iminente de Tess e do aviso de Sunny sobre Júpiter ser um suspeito, ele insistiu em levá-la ao seu mirante favorito à beira do rio. Durante a conversa, Júpiter relembra tempos mais felizes com seus colegas, incluindo KD, Ania e Olivia, e como ele sente falta dela. Ele conta ainda que jantavam juntos depois do trabalho e jogavam na loteria, sendo que a última emissão era feita pela própria Olívia. Quando Júpiter saiu do carro para pegar o chocolate quente, carros da polícia chegaram para prendê-lo pelo assassinato de Olivia, pois Sunny já havia chamado a polícia pensando que Júpiter poderia prejudicar Tess. Mas Júpiter disse que era inocente e afirmou uma verdade chocante: o carro não era dele, mas de sua colega Ania, e ele pegou o carro emprestado dela para o encontro para impressionar Tess. Quando Jake e Tess confrontaram Ania após segui-la, ela confessou o crime. Ela explicou que estava chateada com o bilhete de loteria que Olivia comprou para eles. Ela esperava ficar rica, como Olivia havia prometido, mas quando isso não aconteceu, Ania sentiu-se arrasada e entrou em pânico. Num acesso de raiva, ela atingiu Olivia com uma chave de roda, causando sua morte. Ania insistiu que nunca teve a intenção de assassinar Olivia; ela foi movida por uma necessidade desesperada de uma vida melhor. Após sua confissão, Ania foi presa.

O caso do assassinato de Olivia destaca temas de desespero, traição e as consequências de promessas não cumpridas. Expõe o lado negro da inveja e até onde as pessoas podem chegar quando movidas pelo desejo de uma vida melhor, levando a resultados trágicos e à confiança abalada. No final do episódio 4 de Sight Unseen, é visto como Tess ajuda Sunny a encontrar coragem para assinar os papéis do divórcio e a incentiva a embarcar em sua jornada de novos começos. Tess promete incluir oficialmente Sunny em seu trabalho, reconhecendo-a como parceira na solução de crimes. Ela sugere um papel como consultor civil na força, garantindo que possam continuar a trabalhar juntos no terreno. Dessa forma, Tess garante que não perderá o parceiro, pois pensa em Sunny mais do que apenas uma amiga. Sunny expressa preocupação com o fato de Tess não precisar mais dela, dada sua crescente autossuficiência e a ajuda de Mia. Tess tranquiliza Sunny, dizendo que ela sempre a valorizará como mais do que apenas um aplicativo de tecnologia; ela a vê como uma parceira. Isto revela o aprofundamento do seu vínculo através da resolução de crimes em conjunto, evoluindo a sua parceria para além de uma pessoa cega que depende de uma aplicação, com Sunny a tornar-se parte integrante da vida de Tess.