Explicação do final de ‘Saindhav’ e resumo do filme: Saiko está morto?

O filme Saindhav de 2024 é um exemplo de como as reviravoltas na trama de alguns filmes devem ser forçadas para manter o interesse dos espectadores. Esses filmes têm um público-alvo que gosta de simplesmente sentar e ser bombardeado com ações estúpidas e um pouco de drama sentimental, geralmente girando em torno de um pai e seu filho. Não há nada de inerentemente ruim nesse tipo de narrativa caótica, mas simplesmente não é minha preferência. A história gira em torno de um homem chamado Saindhav, que precisa retornar às raízes do crime e da violência para que sua filha possa sobreviver. Saindhav, escrito e dirigido por Sailesh Kolanu, é feito para proporcionar uma ação acelerada, mas simplista, sem nenhuma profundidade real, algo que tem tomado conta das telas de cinema nos últimos tempos.

Spoilers à frente

Sinopse do enredo: O que acontece no filme?

Vishwamitra, chefe de um cartel no país fictício de Chandraprastha, começou a radicalizar jovens ingênuos para se tornarem terroristas. Ele tinha uma remessa chegando e estava sendo cuidada por seu funcionário de longa data, Vikas Malik. A remessa continha drogas, armas e dinheiro armazenados em contêineres que deveriam desembarcar no porto de Vikas. Um dos jovens radicalizados foi apanhado pela polícia e disse-lhes que estava a ser organizado um ataque de proporções monumentais. O cartel tinha outros membros, como Michael, que não queriam que Vishwamitra se associasse aos terroristas, mas o plano foi posto em prática. Os terroristas esperavam a chegada das armas, mas ninguém, nem mesmo Vishwamitra, sabia que Saindhav Koneru, mais conhecido como Saiko, estava no seu caminho.

Por que Saindhav matou Vishwamitra?

Saindhav agora vive uma vida relativamente isolada. Ele tinha sua filha Gayatri para cuidar e, graças ao vizinho Mano, sua tarefa ficou muito mais fácil. A razão pela qual ele trabalhava nos portos era que o avô materno de Gayatri era seu superior lá. O coitado havia perdido a filha e nem sabia disso. Saindhav a levou embora durante seus dias de cartel, e ela morreu de uma doença desconhecida. Não está claro se Saindhav alguma vez planejou deixar Gayatri conhecer seu avô, mas Saindhav definitivamente queria estar perto dele. Mas sua vida feliz e sem violência terminou no dia em que descobriu que Gayatri tinha atrofia muscular espinhal (SPA), que precisava de um medicamento especial para seu tratamento. O remédio vinha em frascos, cada um custando 170 milhões de rúpias. Não houve outro tratamento. Saindhav abordou Michael e pediu um trabalho final para o qual ele precisava da quantia crítica e nada mais. Michael foi desconsiderado por Vishwamitra e Vikas em quase todos os assuntos relacionados ao acordo com os terroristas. Conseqüentemente, ele deu a Saindhav uma tarefa final: matar Vishwamitra e Vikas. Michael teve a gentileza de lhe dar o dinheiro imediatamente, e Saindhav entregou o frasco ao médico de Gayatri, Renu. Saindhav matou Vishwamitra e seu filho em busca de vingança, mas teve que enfrentar o maníaco Vikas no final.

Como Vikas obteve vantagem sobre Saindhav?

Saindhav não era o tipo de homem que deixava seu trabalho inacabado. Ele também recebeu a tarefa de matar Vikas, mas Vikas era um indivíduo insano que vivia o momento, mas pensava dois passos à frente do inimigo. Vikas ficou feliz por Vishwamitra ter sido morto, pois deu um tapa em Vikas na frente de seus homens, mesmo depois de ter trabalhado duro para ser seu ajudante. A razão foi que Vikas não conseguiu receber a remessa e ela foi confiscada por ninguém menos que o avô materno de Gayatri. Vikas enviou seus homens para fazê-lo liberar todos os seus contêineres, mas Saindhav estava lá para protegê-lo. Ele imaginou que Vikas e seus homens viriam buscar armas e drogas. Vikas agora era responsável pelo bom andamento do negócio, mas primeiro ele teve que lidar com Saindhav, que surgiu do nada depois de tantos anos.

Saindhav não teria tido problemas em matar Vikas, mas no momento em que soube que Vikas havia enviado sua namorada troféu Jasmine para roubar o frasco de Renu, ele não conseguiu. Jasmine teve sucesso em sua missão e Vikas também ao matar Michael. Foi Michael quem delatou a autoridade portuária para investigar os contêineres que chegavam ao porto de Vikas. Saindhav havia perdido a única pessoa que poderia ter lhe dado dinheiro suficiente para comprar outro frasco. Ele se tornou dependente dos caprichos de Vikas para salvar sua filha. Saindahv até tentou invadir o único prédio da empresa farmacêutica que fabricava os frascos no país, mas os frascos estavam faltando. A empresa farmacêutica era propriedade de Vikas e parecia que ele finalmente fez Saindhav se curvar de acordo com sua vontade.

Como Saindhav salvou todas as crianças?

Todos os frascos foram transportados para um local desconhecido, e Vikas sequestrou o avô de Gayatri e o escondeu com os frascos para alavancar. Tudo o que Vikas queria era que Saindhav lhe desse seus contêineres. Ele os substituiu com muito tato por contêineres falsos, razão pela qual Vikas não conseguiu encontrá-los no porto. Saindhav não teve escolha a não ser entrar em contato com Manas, um velho amigo da fábrica de Vishwamitra. Mas ele precisava que Manas cuidasse de Mano e Gayatri, pois sabia que Vikas tentaria pegá-los também.

Se Vikas estava dois passos à frente de todos, ele agora havia encontrado seu adversário em Saindhav, que estava três passos à frente, se não mais. Ele tinha visto um guarda trabalhando na empresa farmacêutica de Vikas que precisava do frasco para seu próprio filho. Mas ele tinha integridade suficiente para nunca ir contra a empresa, trabalhava lá há anos e nunca pensou em roubar os frascos. O mesmo guarda pediu ajuda a Saindhav quando ele pagou o valor de seu frasco, e agora Saindhav veio pedir sua ajuda e ele atendeu. Como ninguém suspeitava do guarda, ele conseguiu colocar rastreadores GPS nos carros masculinos de Vikas. Foi assim que Saindhav conseguiu encontrar a localização dos frascos e salvar o avô de Gayatri. Manas garantiu que Gayatri e Mano chegassem ao hospital, onde todas as crianças com SPA foram chamadas por Renu. Ele pediu a Vikas que fosse ao porto, apenas para vê-lo ver seus contêineres pegarem fogo. Ele plantou detonadores em cada um deles, e Vikas viu seu império desmoronar diante de seus olhos.

Durante o final de Saindhav, descobrimos que Gayatri morreu muito antes de ele poder entregar o frasco para ela. Ele sabia disso, mas mesmo assim colocou sua vida em risco pelas outras crianças que sofriam de SPA. Se ele pudesse ajudá-los a viver, ele poderia viver consigo mesmo. Vikas, agora não tendo nada a ganhar com Saindhav, foi ao hospital para explodir em pedacinhos, mas Manas e Saindhav estavam prontos para lutar contra ele e sua gangue. Saindhav matou Vikas e se rendeu à polícia. O caso virou sensação quando ele confessou ao tribunal que havia eliminado o cartel. Ele cumpriu pena de prisão reduzida, pois seus advogados devem ter lutado contra punições severas, visto que ele ajudou centenas de crianças, fornecendo-lhes frascos caros. Quando Saindhav saiu, Mano o fez ver todos os ‘Gayatris’ que havia salvo. Ele podia ver seu filho em todos eles. Sugere-se que haverá uma sequência porque Jasmine ainda está viva e Saindhav também. Manas também sobreviveu e pode acabar matando-a, mas o último tiro foi de uma bomba plantada nos carros de Jasmine e Saindhav. Jasmine pode ter sido quem plantou um no carro de Saindhav, e Manas pode ter sido quem plantou um no carro de Jasmine. Mas pode ser que outro jogador tenha se juntado ao grupo.